Quinta-feira, 27/06
ºC
ºC
Fale com a ACIAF 49 3246.3576
Núcleo Gestão de Pessoas
Você está em: Página inicial > Apresentação dos Núcleos > Núcleo Gestão de Pessoas
Voltar

O Núcleo Temático de Gestão de Pessoas da ACIAF foi fundado em 18/02/2010. É constituído por escritórios contábeis e empresas com seus RHs implantados. Sua missão é aperfeiçoar a valorização do potencial humano no uso de suas experiências, com a finalidade de proporcionar melhor desempenho nas organizações.

Segundo a Associação Brasileira de Recursos Humanos, presidida pelo Senhor Ralph Arcanjo Chelotti, o Brasil tem cerca de 6 milhões de empresas e nada menos do que 1 milhão de profissionais que atuam em atividades de Gestão de Pessoas, seja em áreas de Recursos Humanos, seja como supervisores, gerentes, diretores ou presidentes. A atividade de Gestão de Pessoas no Brasil, começa a exigir um novo tipo de profissional, pois as empresas, de modo geral, já perceberam que administrar gente não é apenas distribuir tarefas e cobrar resultados.

Muitas empresas atribuem problemas de resultados ao mercado, à concorrência ou a equipamentos obsoletos, mas a verdade é que equipes mal preparadas, desestimuladas, sem o treinamento adequado, com gestores sem habilidades gerenciais, levam muitas empresas a crises de sustentabilidade, explica o presidente da ABRH-Nacional.

As relações no setor de Recursos Humanos estão cada vez mais profissionalizadas, o que revela que as empresas buscam pessoas com habilidades e competências que antes não eram requeridas. Pensava-se, no passado, que qualquer um podia cuidar de pessoas nas empresas, mas a prática já mostrou que isso é um equívoco que pode custar caro.

Um exemplo bem simples é uma preocupação do setor de gestão de pessoas na saúde dos colaboradores. Citamos uma pesquisa dinamarquesa realizada pelas senhoras Jaana Kuoppala e Anne Lamminpaa, publicada na revista Journal Occupational Medicine, que demonstrou os benefícios dos programas de ginástica laboral: redução de 22% nas faltas ao trabalho, aumento em 38% na motivação para exercer as atividades e redução de estresse em 40%.

Nos últimos 20 anos cresceram progressivamente as Lesões por Esforços Repetitivos e os Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (LER/DORT), que são um conjunto de síndromes (quadros clínicos, patologias, doenças) que atacam os nervos, músculos e tendões, juntos ou separadamente. O investimento feito pelas empresas na contratação de programas de ginástica laboral é completamente revertido, principalmente, em ganho de produtividade.